Publicação: 29/04/2022
Seminários debatem diversidade, equidade e inclusão na Década do Oceano 

 

Seminários debatem diversidade, equidade e inclusão na Década do Oceano 

O seminário “Diversidade, Equidade e Inclusão (DEI) na Década da Ciência Oceânica”, que será realizado no dia 5 de maio às 10h, abrirá debates sobre o tema nas ciências oceânicas do país, organizados pelo Comitê de Assessoramento da Década do Oceano no Brasil. A ideia dos seminários é disseminar os princípios de diversidade que fazem parte da Década, proclamada pela Organização das Nações Unidas (ONU) entre 2021-2030.

No primeiro evento serão apresentados uma introdução à história dos DEI na ONU e na Década do Oceano, recomendações e exemplos práticos de como implementá-los. Os convidados que vão apresentar suas experiências são a bióloga Danielle Almeida de Carvalho, que abordará ods DEi nas ciências do mar; a professora da Faculdade de Direito da Universidade de Brasília (UnB), Carina Ferreira, que abordará como direito internacional e direitos humanos se conectam com o direito do mar; e o coordenador do Grupo Economia do Mar, Thauan Santos, que abordará pesca artesanal e inclusão nos diferentes setores da economia azul. 

Para a coordenadora-geral de Oceano, Antártica e Geociências do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), Karen Silverwood-Cope, discutir os princípios dos DEI nas ciências oceânicas “é uma oportunidade para refletir criticamente sobre os fundamentos da produção do conhecimento e sobre novas atitudes necessárias para a produzir um conteúdo transformacional”. Silverwood-Cope é uma das organizadoras do primeiro seminário.

O segundo seminário, no dia 09, uma quarta-feira, tem como tema “Equidade de Mulheres na ciência oceânica: iniciativas para mudanças efetivas” e será realizado às 17h. Na lista de convidadas estão a bióloga Jacqueline Leta, pesquisadora sobre ciência e gênero, que abordará a presença das mulheres na ciência; a oceanógrafa Mariana Andrade, da Liga das Mulheres para o Oceano, que contará mais sobre o prêmio Marta Vannucci para Mulheres na Ciência do Oceano; a bióloga Catarina Marcolin, do blog Bate Papo com Netuno, que falará sobre o assédio em embarcações; e a professora do Departamento de Biologia Molecular e Biotecnologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), que contará mais sobre o projeto Parent in Science. 

Os encontros devem durar 1h30 e serão transmitidos ao vivo pelo canal da Década do Oceano, que pode ser acessado neste link. Após as apresentações, os minutos finais serão destinados para um debate e os internautas poderão enviar suas questões pelo chat da plataforma. Acompanhe o Instagram da Década para saber das novidades: https://www.instagram.com/decadacienciaoceanica/ 

 

Redes Sociais